Arquivo da categoria: autorais

A longa estrada

Não tenho muito o que falar de mim. Homem branco, solteiro, caminhando para os 50 anos de idade. Trabalho, muito. No comércio, senhor. Gerente numa loja de autopeças, aqui pertinho, há 12 anos. Disse solteiro e já minto: separado. É … Continuar lendo

Publicado em autorais, crônicas, sem categoria | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Stardust

Eu nunca acreditei nessa coisa de gente que ama MUITO cada semana uma pessoa diferente. Dizem que é gente que vive intensamente a vida, mas sei lá. Eu amo intensamente a mesma pessoa há 15 anos, isso me faz menos … Continuar lendo

Publicado em autorais, crônicas | Marcado com , , | Deixe um comentário

A nossa própria crítica

Eu comecei a usar óculos aos 9 anos. Não me lembro como eu era antes disso, mas imagino que não dava muita bola pra certas coisas que passei a dar depois dele. Eu me lembro bem que no fim daquele ano meu … Continuar lendo

Publicado em autorais | 1 Comentário

Sinais da idade que vai

az Gregório sentiu-se velho pela primeira vez em dezoito de abril de 1994. Já havia recebido sinais, claro. Aos 36 anos, as idas aos médicos tornaram-se constantes. Dores: de cabeça, estômago, fígado (essa era óbvia), nas costas, ai, as costas… … Continuar lendo

Publicado em autorais, contos | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

A ladeira, a névoa e o voo

Lá vinha ele, descendo a mesma ladeira dos últimos 05 anos. Cansado, como nos últimos 05 anos. “Caminhando a essa hora da noite?” era a frase que ele mais ouvia. E explicava, calmamente, que era o único horário em que … Continuar lendo

Publicado em autorais, crônicas | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Dois cinemas, duas visões.

O cinema, a música, a literatura, a arte, enfim, é realmente o espaço pra transcendência. Local onde não há espaço para mentiras. Você pode até mentir dizendo que gostou ou não gostou de alguma obra artística, mas a fruição, o … Continuar lendo

Publicado em autorais, Crítica | Marcado com , | Deixe um comentário

Quem tá revoltado, toma partido

Engraçado como é se posicionar sem ter o rabo preso. As pessoas esperam que você tenha o rabo preso. As pessoas sentem-se confortáveis, quando alguém demonstra ter o rabo preso. Eu não quis isso pra mim. Preferi pensar que somos … Continuar lendo

Publicado em autorais, crônicas | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

A luz na Luz

Argumento elaborado a partir de exercício de campo. Mauro, 29 anos, percorria o trajeto entre as estações Júlio Prestes e Luz, em São Paulo, com a correria de sempre. Aquele não era um dia qualquer; afinal, fazia um ano que … Continuar lendo

Publicado em argumentos, autorais, sem categoria | Marcado com , , , , , , | 2 Comentários

O justiceiro que odiava a dor

Argumento baseado em fragmento de conto do escritor Fernando Bonassi. São Paulo, noite de quarta-feira. Uma voz, ao telefone, pergunta se havia anotado o endereço: República do Líbano com Juscelino Kubitschek. Diante da resposta positiva, uma última advertência: que não … Continuar lendo

Publicado em argumentos, autorais | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

As 14 pra 14, então…

Teenage wasteland. It’s only teenage wasteland! Olá, 2014. Seja bem vindo. Tendo a cabeça muito clara sobre o que queremos, vamos lá. 14 resoluções: Produzir. Aulas, conteúdos, roteiros, músicas, poesias, crônicas, contos… Tocar e cantar. Cada vez mais! O Revellion mostrou … Continuar lendo

Publicado em autorais | Marcado com | 1 Comentário