Arquivo da tag: crônicas

A longa estrada

Não tenho muito o que falar de mim. Homem branco, solteiro, caminhando para os 50 anos de idade. Trabalho, muito. No comércio, senhor. Gerente numa loja de autopeças, aqui pertinho, há 12 anos. Disse solteiro e já minto: separado. É … Continuar lendo

Publicado em autorais, crônicas, sem categoria | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Insônia, impressões, Stephen King e Ramones. E sobre estar de volta.

And the night when the wolves cry out… E não é que cá estou escrevendo um post pro Jardim da Babilônia? Pensei muito sobre esse troço de blog (mentira, nem pensei taaanto assim) e acabei mantendo pra, vez em quando, descarregar … Continuar lendo

Publicado em cinema, literatura, livros, música | Marcado com , , , , , , , , , | 3 Comentários

Sinais da idade que vai

az Gregório sentiu-se velho pela primeira vez em dezoito de abril de 1994. Já havia recebido sinais, claro. Aos 36 anos, as idas aos médicos tornaram-se constantes. Dores: de cabeça, estômago, fígado (essa era óbvia), nas costas, ai, as costas… … Continuar lendo

Publicado em autorais, contos | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

A ladeira, a névoa e o voo

Lá vinha ele, descendo a mesma ladeira dos últimos 05 anos. Cansado, como nos últimos 05 anos. “Caminhando a essa hora da noite?” era a frase que ele mais ouvia. E explicava, calmamente, que era o único horário em que … Continuar lendo

Publicado em autorais, crônicas | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

A luz na Luz

Argumento elaborado a partir de exercício de campo. Mauro, 29 anos, percorria o trajeto entre as estações Júlio Prestes e Luz, em São Paulo, com a correria de sempre. Aquele não era um dia qualquer; afinal, fazia um ano que … Continuar lendo

Publicado em argumentos, autorais, sem categoria | Marcado com , , , , , , | 2 Comentários

O justiceiro que odiava a dor

Argumento baseado em fragmento de conto do escritor Fernando Bonassi. São Paulo, noite de quarta-feira. Uma voz, ao telefone, pergunta se havia anotado o endereço: República do Líbano com Juscelino Kubitschek. Diante da resposta positiva, uma última advertência: que não … Continuar lendo

Publicado em argumentos, autorais | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

É você que ama o passado e não vê que o novo sempre vem…

Saludos everybody. I’m back – WE are back, Jardim carregado pra 2014. Este espaço vai ser um playground pro Rover – bem, não que não fosse. Experiências literárias, ficção ou não ficção. Análises, palpites, provocações, papo furado e futilidades. Música, … Continuar lendo

Publicado em música, pessoal, sem categoria | Marcado com , , , , , , , , , | 2 Comentários

Ao mestre, com carinho?

Ao mestre, com carinho. Mesmo? Viver em tempos cibernéticos tem sido um constante exercício de acompanhar, de forma cúmplice ou não, as hipocrisias do cotidiano. Veja o dia dos professores, por exemplo. A quantidade de mensagens carinhosas que recebi (e … Continuar lendo

Publicado em autorais, crônicas, cultura, educação | Marcado com , , | Deixe um comentário

RELEITURA: Infinite Dreams em Discurso Direto

INFINITE DREAMS  – Tenho tido infinitos sonhos, não posso negá-los… – O infinito é difícil de compreender. – Mas eu não consigo ouvir esses gritos, mesmo nos meus mais loucos sonhos… (pausa) – Acordo sufocado em suor, com medo de … Continuar lendo

Publicado em autorais, música | Marcado com , , , | 2 Comentários

O dia em que o sol mudou de lado

16h10, o despertador tocou. Hora de parar com a vagabundagem, levantar. Checar o resto de café na garrafa, encher o mesmo copo e beber num gole só. Arruma o que vê pelo caminho, vê se tem roupa na máquina pra … Continuar lendo

Publicado em autorais, crônicas | Marcado com , , | Deixe um comentário